Quanto mais segura a criança se sente em seu ambiente e percebe que suas necessidades estão sendo supridas, mais confiança ela tem para explorar e brincar. Essa é a principal vantagem da criação com apego que visa moldar um indivíduo pronto para atuar em sociedade, considerando que a convivência em família replica as interações sociais e que a brincadeira é uma das fontes mais importantes para a aprendizagem durante a primeira infância.

A teoria da criação com apego surgiu da experiência do psiquiatra e psicanalista inglês John Bowlby, que no início de sua carreira trabalhou em casas para crianças que não tinham contato com seus pais e também em um hospital de crianças durante a Segunda Guerra Mundial. Em ambas ele percebeu o verdadeiro impacto que a separação dos pais tinha no desenvolvimento e comportamento infantil.

Por causa do número de crianças que se encontravam, na época,  nesta situação crítica do pós-guerra, a Organização Mundial de Saúde convidou Bowlby para estudar o assunto mais a fundo e escrever a respeito dele. Deste modo, então, criou-se a teoria do apego, cuja a aplicação dos princípios, acredita-se, pode ajudar na formação de um adulto com muitas qualidades.

Vejamos os oito princípios da criação com apego e suas vantagens

Prepare-se para a gravidez, nascimento e parentalidade

Os defensores do apego aos pais acreditam que é importante eliminar os pensamentos e sentimentos negativos sobre a gravidez. Isso se constitui em uma preparação para o trabalho com muitas exigências emocionais que é ser pai ou mãe.

Alimente-se com amor e respeito

A teoria defende que a amamentação é a maneira ideal de criar um apego seguro, uma relação com a criança.. Também ensina às crianças que os pais vão ouvir suas sugestões e atenderão às suas necessidades.

Responda com sensibilidade

Com o apego, os pais consideram todas as expressões de emoções da criança, incluindo acessos de raiva repetidos, como esforços reais de comunicação. Esses esforços devem ser levados a sério e compreendidos, em vez de punidos ou repreendidos, para que o pequeno possa aprender a importância de expressar-se.

Use toque de carinho

Quem aplica a teoria da criação com apego aconselha o máximo de contato, pele a pele, com os filhos. E isso pode acontecer em massagens, no transporte dos bebés durante o dia e em outras situações.

O Sling, Mochila Ergonômica e outros carregadores ergonômicos auxiliam nesse contato pele a pele desde o nascimento, tendo o bônus de permitir utilizar as duas mãos para outras atividades ou ainda descansar um pouquinho enquanto o bebê está seguro

Garanta um sono seguro física e emocionalmente

Especialistas em apego aconselham os pais a fazer acordos na hora do soninho da criança. A criança dorme no mesmo quarto com os pais para que eles possam alimentar e acalmar a criança durante a noite, caso seja preciso. Alguns pais praticam o compartilhamento de cama ou dormem na mesma cama com os bebês. Porém isso não é aconselhado.

Forneça cuidado constante e amoroso

Quem se propõe a criar os filhos com a parentalidade do apego também vê como importante a presença quase constante de um dos pais. Isso inclui durante as caminhadas, a saída dos pais e o trabalho. Eles são contra cuidadora ou babás por mais de 20 horas por semana para bebês com menos de 30 meses de idade.

Pratique a disciplina positiva

E os pais são encorajados a elaborar uma solução junto com uma criança, em vez de espancar ou simplesmente impor sua vontade às crianças.

Mantenha o equilíbrio entre a vida pessoal e familiar

Esforce-se para conseguir o equilíbrio entre a vida pessoal e familiar. Os pais que querem praticar a criação com apego são encorajados a criar uma rede de apoio, viver um estilo de vida saudável e evitar o esgotamento dos filhos.

É fundamental que os pais sempre tenham em mente que criar é algo pessoal. Cada bebê é único. E apego (teoria ou criação) dependem apenas de, a cada dia, aprender e reagir da melhor forma possível às necessidades dos nossos bebês, dar nossa atenção, afeto e cuidado. Também ressaltamos que essa é uma lista de vantagens e que sabemos que cada realidade é uma realidade, que as vezes precisa de ajuda mas nunca de julgamento!